Ronaldo Caiado anuncia pré-candidatura de Daniel Vilela como vice-governador nas eleições de 2022

O governador Ronaldo Caiado (DEM) anunciou, nesta sexta-feira (24), a pré-candidatura do presidente estadual do MDB, Daniel Vilela, como vice-governador em sua chapa nas eleições de 2022, durante evento do Movimento Democrático Brasileiro, que oficializou a aliança com o DEM. No encontro, estavam presentes deputados federais, estaduais, prefeitos, lideranças políticas e filiados que apoiam a parceria dos partidos. 

A união carrega como lema “Goiás vai avançar ainda mais” e possui o apoio da maioria dos filiados. “É uma decisão com o apoio da maioria robusta, algo bastante sólido dentro do partido. Uma aliança que soma esforços junto ao governador Ronaldo Caiado para que possamos superar todos os desafios”, explicou Daniel Vilela. 

Em seu discurso, Caiado afirmou que a nova parceria é um presente para ele, e que possibilitará que Daniel dê continuidade à política de seu pai. “Maguito Vilela deixou sucessor e vai continuar na política do Estado de Goiás com a dignidade que merece, com esse jovem que será vice-governador na eleição de 2022. (...) O MDB me deu o maior presente que eu poderia ganhar nesse momento”, disse. 

O anúncio da parceria, realizado com um ano de antecedência ao processo eleitoral, possui como objetivo, de acordo com Caiado, a construção de uma campanha com foco no “diálogo, no trabalho e no respeito ao povo goiano”.  

No evento, um vídeo de Maguito Vilela, gravado nas últimas eleições, foi apresentado. Na filmagem, o ex-governador, que faleceu em janeiro deste ano devido às complicações geradas pelo novo coronavírus, afirmava que possuiu “divergências com Caiado, mas que o tempo mostrou que ele (Ronaldo) é um homem honesto e de palavra”. 

A proposta da aliança entre os partidos surgiu do governador de Goiás, que convidou o MDB, no dia 20 de agosto, para fazer parte de sua chapa majoritária, oferecendo a aliança em reunião com Daniel Vilela. 

 

(Com informações da Secretaria de Comunicação - Governo de Goiás)